Soldado que apontou arma no rosto de colega de trabalho em São Paulo é preso

O soldado Felipe do Nascimento, que apontou sua arma de fogo contra rosto de um colega de trabalho durante uma briga, foi preso em flagrante por ameaça e por violência contra superior qualificada pelo uso de arma.

De acordo com a PM (Polícia Militar), Nascimento seria conduzido ao presídio militar Romão Gomes, na zona norte da capital, onde ficará detido. O oficial ameaçou o cabo Márcio Simão de Oliveira Matias por se atrasar no retorno do almoço.

De acordo com registro interno da ocorrência, o soldado Felipe do Nascimento, lotado na 2ª companhia do 13º batalhão, havia saído para o almoço e demorou para retornar.

Quando retornou, o cabo Márcio Simão de Oliveira Matias, lotado na 3ª Companhia do 7º batalhão, que estava no posto, cobrou pela demora e disse que reportaria ao sargento. O motivo seria que ele não conseguiria mais almoçar.

Neste momento, ainda segundo o registro, Nascimento sacou a arma para o cabo Simão e começou a ameaçá-lo.

O desentendimento entre os policiais ocorreu na esquina das ruas dos Timbiras e Santa Ifigênia. O local é um dos principais pontos da capital paulista de comércio popular de tecnologia. O local estava cheio no momento da briga. Ninguém se feriu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *