Protestos pela morte de homem negro por policial adiam jogo da NBA

Menos de 15 dias após o início do julgamento dos policiais responsáveis por matar George Floyd, Minneapolis volta a protestar pela morte de um homem negro pela polícia local. Daunte Wright foi assassinado após ser parado por uma suposta violação de trânsito neste domingo, causando revolta da população e uma nova onda de manifestações na cidade. Com a promessa de continuação nesta segunda-feira, a NBA decidiu adiar a partida entre Minnesota Timberwolves e Brooklyn Nets, segundo a ESPN. O confronto entre Minnesota Twins e Boston Red Sox pela Major League Baseball também foi adiado.

A morte de Daunte Wright ocorreu em Brooklyn Center, cidade que fica na região de Minneapolis. O vídeo da câmera de um dos policiais envolvidos na abordagem foi divulgado e mostra que Wright foi retirado do carro após ser parado por uma suposta infração de trânsito e algemado. O homem tentou voltar para o veículo, mas foi baleado. Tim Gannon, chefe do Departamento de Polícia local, disse em coletiva nesta segunda-feira que o disparo foi acidental e que a intenção era usar uma arma de choque. Ele afirmou também que havia um mandado de prisão em aberto contra a vítima. Tudo isso ocorreu a 15km do local onde George Floyd foi assassinado em maio do ano passado.

O assassinato ocorreu por volta das 14h e a noite os protestos chegaram às ruas. Foram registrados muitos confrontos entre manifestantes e policiais. A Guarda Nacional de Minnesota foi enviada para tentar controlar a situação e há promessa de novas manifestações ainda nesta segunda-feira. Com o clima tenso na cidade, a NBA e outras ligas esportivas cancelaram partidas que seriam realizadas hoje em Minneapolis.

A expectativa é que a partida entre Minnesota Timberwolves e Brooklyn Nets seja remarcada para esta terça-feira (13).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *