‘Não existe racismo no Brasil’, diz Mourão sobre morte de homem negro no RS

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta sexta-feira, 20, lamentar a morte de um homem negro espancado por seguranças em uma unidade do Carrefour em Porto Alegre, mas disse que o ocorrido não pode ser classificado como um episódio de racismo. “Digo com toda a tranquilidade para você: não existe racismo no Brasil”, afirmou Mourão.

João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido até a morte na noite de ontem no interior de uma loja da rede. Um dos agressores era segurança do local e o outro, um policial militar temporário. Ambos brancos.

“Digo isso porque já morei nos Estados Unidos”, disse Mourão ao negar racismo no Brasil. “Aqui existe desigualdade. Fruto de uma série de problemas”, completou.

Mais cedo, também do governo federal, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, se solidarizou e colocou a pasta à disposição da família de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos. Nas redes sociais, Damares disse que as imagens do ocorrido causam “indignação e revolta”.

‘Nós esperamos por justiça’, diz pai de homem negro morto em Carrefour do RS

“Nós do @mdhbrasil estamos trabalhando para que nenhum pai de família, ou quem quer que seja, passe por situação semelhante. Aqui trabalhamos com os direitos humanos das vítimas de crimes, política que está em formulação e será em breve apresentada”, disse. Nesta sexta-feira, 20, Damares tinha reunião prevista com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. O chefe do Executivo ainda não se pronunciou sobre o caso.

“A vida de mais um brasileiro foi brutalmente ceifada no estacionamento de um supermercado, no Rio Grande do Sul. As imagens são chocantes e nos causaram indignação e revolta”, escreveu a ministra.

“Chega de violência, chega de tanta barbárie. Temos muito trabalho pela frente para mudar essa realidade no país”, declarou. Ela ressaltou que seu ministério está disponível para “prestar toda assistência necessária” à família da vítima. ” “Sintam-se abraçados por nós”, acrescentou. A ministra também parabenizou a polícia gaúcha “pela rápida resposta e prisão dos responsáveis”. A Polícia Civil do Estado investiga o crime. Os dois homens foram presos em flagrante.

16 Comentários

  1. Bom dia! Atos como esse nunca vai deixa de existir apoio o vice presidente da República. Enquanto ouve desigualdade humana um querer, ser melhor que o outro, pois a palavra da desigualdade humana se chama dinheiro. Exemplo a Milton mourao se cai doente vai para os melhores hospital em meu caso eu cai doente eu vou para o sus. Basta a todos relacionar o que é uma desigualdade. Agora neste caso existiu um ato de os funcionário acharem por direito de serem pago pelo mercado para protegê o patrimônio em que eles são pago partirem para uma agressão, até porque uma outra 03 pessoa vendo o rapaz sendo espancado e nada ela fez para impedi. Cabe a justiça podre deste Brasil, tomarem suas decisões. Porque se fosse uma autoridade minha punição para esse 03 elemento nunca mais na vida deles eles ir trabalhar em empresa nenhuma. Em fim fica aqui meu direito de punição a eles

  2. Existe, mas a maioria das pessoas não admite isso nem pra si mesmas, ninguém acorda, olha no espelho e diz “eu sou racista” é mascarado, mas sempre a preferência será um branco, também o padrão de beleza são traços brancos, olhos claros, etc… mas nesse caso específico um dia um esquentadinho conhece alguém com mais cabeça quente que ele, e da nisso, esse dia chegou pra ele. Não vi racismo, só dois guardas mal treinados e impacientes, coloque um homem branco ali e a situação seria a mesma, a diferença é que ninguém falaria sobre o assunto.

  3. Obviamente, existe tanto racismo quanto desigualdades sociais… Se fosse um homem branco ali, talvez as atitudes dos criminosos seria diferente…

  4. If you are going for most excellent contents like I do, just go to see this web page every day as it gives feature contents, thanks Becky Ryan Weld

  5. Buna ziua muncesc an franta cu ci la o ferma de animale am cont bancar vreau sa stiu daca pot obtine un credit de la banca la care am contul Carlita Alric Anna-Maria

  6. I wish to point out my affection for your generosity in support of people that must have assistance with in this subject. Your special commitment to passing the solution all-around came to be extraordinarily helpful and have in most cases encouraged associates like me to achieve their pursuits. Your personal warm and friendly help and advice signifies much to me and still more to my fellow workers. Many thanks; from each one of us. Deena Niall Merrilee

  7. Thanks for your post. One other thing is that if you are advertising your property all on your own, one of the difficulties you need to be alert to upfront is when to deal with property inspection accounts. Hannis Dennison Olivette

  8. Phasellus hendrerit. Pellentesque aliquet nibh nec urna. In nisi neque, aliquet vel, dapibus id, mattis vel, nisi. Bertina Morlee Milty

  9. Why viewers still make use of to read news papers when in this technological world all is accessible on net?| Meghann Puff Saffier

  10. Hello, I enjoy reading all of your post. I like to write a little comment to support you. Janifer Nowell Lund

  11. Hurrah! In the end I got a webpage from where I know how to in fact get useful information concerning my study and knowledge. Matilda Matteo Henni

  12. You are so awesome! I do not believe I have read through something like that before. So nice to discover someone with a few original thoughts on this subject matter. Really.. many thanks for starting this up. This web site is one thing that is required on the web, someone with a bit of originality! Olva Darnell Chemarin

  13. Awsome site! I am loving it!! Will be back later to read some more. I am taking your feeds also Madelon Steve Kegan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *