Gafanhotos “gigantes” atacam frutas e hortaliças e causam prejuízos no Mato Grosso

Produtores de frutas e hortaliças em áreas rurais nas redondezas de Cuiabá, capital do Mato Grosso, têm sofrido prejuízos com o ataque de gafanhotos. A espécie que tem danificado as plantações é a Tropidacris collaris, inseto quase três vezes maior que a Schistocerca cancellata, o já famoso gafanhoto sul-americano originário do Paraguai e Argentina.

Segundo Josefina de Almeida, presidente da Associação de Moradores de Quintas do Bandeira, distrito rural a cerca de 20 minutos da capital, a maior parte dos 380 residentes locais relatou perdas com a praga. A comunidade do Machado e a área do Manso também foram afetadas.

“A nossa região é muito conhecida pela produção de doce de caju, de goiaba e de manga. Nós já tivemos problemas por conta da seca, das queimadas e, agora, veio o gafanhoto. Então, provavelmente não teremos produção neste ano”, afirmou.

Ela conta, ainda, que esta foi a primeira temporada em que os gafanhotos atacaram as áreas produtivas da comunidade de forma tão intensa e que espera um direcionamento da Secretaria de Agricultura para adotar algum tipo de controle.

“A Secretaria nos atendeu e estamos aguardando (um posicionamento). Nós não tomamos nenhuma iniciativa porque temos que utilizar agrotóxico para nos livrarmos dos gafanhotos, mas isso afeta o nosso solo”, disse Josefina. “Eles estão detonando toda a produção das árvores de manga e caju, assim como as hortas”, lamenta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *