Antecipação da entrega causou atraso na distribuição da vacina, diz Pazuello

Depois de Estados registrarem atrasos no recebimento das vacinas contra a Covid-19, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, admitiu entraves de logística para a distribuição dos imunizantes, que foi antecipada para esta segunda-feira (18), a pedido de governadores, segundo ele. Em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, o chefe da Saúde também afirmou que não há risco de falta de doses para a etapa inicial da vacinação nas próximas semanas. “Os governadores em comum acordo me solicitaram que eu acelerasse ao máximo a distribuição para que eles pudessem começar imediatamente ainda hoje”, disse. A mudança na data impactou nos planos de voos, de acordo com o ministro. “Aquilo que era planejado até hoje às 8h da manhã para acontecer durante o dia está sendo encurtado para poder atender o pedido dos governadores”, justificou.

Brasil chega a 210.299 mortes causadas pela Covid-19

O Brasil registrou 452 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos pela doença a 210.299 segundo dados atualizados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (18). No mesmo intervalo, foram contabilizados 23.671 casos do novo coronavírus. Com isso, o País registra um total de 8.511.770 infectados. A região Sudeste tem 3.033.967 casos de covid e 96.809 mortes. Em seguida, o Nordeste tem 2.039.907 registros da doença e 49.867 óbitos. O Sul do País contabiliza 1.555.159 infectados pelo novo coronavírus e 24.940 mortes. O Centro-Oeste tem 944.101 casos registrados e 18.963 óbitos e o Norte do País tem 938.636 casos da doença e 19.720 mortes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *